Vantagens e desvantagens de castrar gato: passo a passo e dicas

A castração é uma operação que só tem a melhorar a vida de seu gato. Mesmo assim, ronda-se em torno dela uma série de informações falsas e mitos que fazem com que muitos donos de pets não optem pela castração.

Caso você seja desses que não acreditam nas vantagens da castração — ou caso você acredite e simplesmente esteja buscando um artigo falando em detalhes sobre o processo, pois quer castrar seu gato —, confira este artigo que nós preparamos sobre o assunto e tire todas as suas dúvidas!

Todo gato pode ser castrado?

Vantagens e desvantagens de castrar gato: passo a passo e dicas

A resposta é sim, desde que o eu gato não tenha nenhuma restrição médica muito específica nem tenha menos de seis meses de idade.

Muitos proprietários não castram seus gatos achando que o procedimento é nocivo à saúde do gato, mas isso não é verdade. Pelo contrário: há uma série de vantagens na castração de gatos (e de cachorros).

Outros não castram com medo de que o animal sofra durante a operação, o que também não é verdade: o gato é anestesiado durante a operação e não sente nada. O pós-operatório exige cuidado redobrado com o gato, é verdade, mas ele também é bastante tranquilo!

Portanto, não deixe de castrar seu gato! E castre o quanto antes, pois, quanto mais cedo castrado, mais fácil será a recuperação e habituação com o novo estado.

Qual a melhor idade para se castrar um gato?

Como comentado, geralmente se castra o gato a partir dos seis meses de idade. Isso porque, antes disso, a genitália do animal não está adequadamente desenvolvida, o que pode impossibilitar ou dificultar o procedimento.

Portanto, a partir de seis meses, você já pode levar o seu gato para ser castrado. Não é recomendado que se espere muito, pois, quanto mais tempo sem castrá-lo, maiores serão as chances de ele sofrer de algum mal na rua, em caso de gatos criados livremente.

Quais as vantagens de se castrar um gato?

Vantagens e desvantagens de castrar gato: passo a passo e dicas

A castração traz vantagens tanto para o pet quanto para o dono. Para o dono, a castração do gato faz com que este deixe de urinar para marcar território e afiar suas unhas em móveis da casa. Também impede que sua gata engravide ou que seu gato engravide alguma gata por aí.

Para o gato, são várias as vantagens, incluindo:

  • Aumento na expectativa de vida, fazendo com que o gato possa chegar a até 15 ou 17 ano (quase o dobro da expectativa de um não-castrado!);
  • Para a gata, ajuda a prevenir infecções uterinas e câncer de mama, especialmente se a gata for castrada ainda cedo;
  • Para o gato, ajuda a prevenir que ele tenha câncer de testículos e de próstata;
  • Estando castrados, eles não sentirão necessidade de se reproduzir, o que fará com que seu gato fique mais caseiro e evite problemas nas ruas;
  • Ajuda a evitar a superpopulação de gatos, diminuindo o número de gatos abandonados que vivem em ruas ou em abrigos;
  • Faz com que seu gato fique mais tranquilo, evitando comportamentos agressivos.

Desvantagens de se castrar um gato

A única desvantagem é que ele não terá mais filhotes. E a operação é irreversível. Porém, já há muitíssimos gatos por aí em situação de abandono. Que tal adotar algum caso queira um novo membro na família?

Mas e aquela história de que gato castrado tende à obesidade? Isso não é necessariamente verdade. O gato castrado realmente fica mais caseiro, mas isso não significa que ele engordará, a menos que você não o incentive a brincar e a se exercitar. Criou-se essa impressão porque a maioria dos gatos castrados são criados dentro de casa e não são incentivados a se exercitar. Mas não há nenhuma relação direta entre a castração e a obesidade.

Onde castrar meu gato?

Vantagens e desvantagens de castrar gato: passo a passo e dicas

A castração de gatos é uma operação muito simples e a maioria das clínicas veterinárias a fazem. O valor também não é muito alto, dificilmente passando de R$150,00. Mas vale ressaltar que o valor para gatos é menor do que para gatas, por conta da complexidade da operação. Mas, para ambos os sexos, a operação é muito simples.

Algumas universidades oferecem gratuitamente a operação. Mas, para isso, geralmente é preciso entrar numa fila. Instituições de proteção animal fazem com frequência mutirões oferecendo castração gratuita a fim de conter a superpopulação e a disseminação de doenças entre os pets. Portanto, fique atento em campanhas como essa em sua cidade!

De maneira alguma confie em clínicas clandestinas e supostos veterinários independentes. Busque o melhor para o seu bichano, pois essa é uma operação realizada apenas uma vez na vida. Portanto, convém fazê-la direitinho e, se for o caso, pagar um pouco mais.

Que cuidados ter durante o pós operatório?

Geralmente, o gato volta para casa já no mesmo dia. Porém, você vai perceber que ele vai estar… estranho. Não se assuste, está tudo bem com o seu gato: ele está apenas sob efeito da anestesia geral.

No caso das gatas, o efeito dura poucas horas. Logo logo ela estará consciente. No caso dos gatos, a anestesia é mais forte e ele poderá passar várias horas (até mesmo um dia inteiro) sob efeito da anestesia, com a língua de fora e tudo. Para ambos os casos, convém manter atenção redobrada, evitando ao máximo deixar que o pet saia para a rua.

Também convém ficar atento caso o gato queira comer ou beber. Se necessário, deixe o pote de comida e de água próximos da cama dele, ou leve-o até eles caso perceba que ele está precisando comer ou saciar a sede. Porém, não o force-o! É super comum ele passar boas horas deitado, com os olhos abertos e a língua de fora, sem exigir nenhuma intervenção.

Geralmente, veste-se uma roupa especial no gato para que ele não se lamba e acabe soltando os pontos. O veterinário provavelmente o avisará sobre quanto tempo deixá-lo com essa roupa e que cuidados especiais ter.

Marcela Mazetto

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

WebGo Content